ABB fornecerá uma inovadora solução de tração elétrica para rede ferroviária do Reino Unido

2017-07-18 - ABB recebe encomenda de 20 milhões de dólares da Network Rail para fornecer uma solução de equipamentos eletrónicos para novos comboios elétricos de alta velocidade.

A principal ligação ferroviária entre Londres e Edimburgo é a East Coast Mainline (ECML). A Network Rail, que é a proprietária e opera a infraestrutura, está a preparar-se para apresentar os novos comboios Hitachi InterCity Express capazes de circular a 200 km / h, que deverão entrar ao serviço a partir de 2018. Os novos comboios têm a capacidade de circular de forma intercambiável com tração a diesel ou elétrica. No entanto, uma das secções perto de Doncaster precisará de tração elétrica adicional tanto para a linha principal como para o depósito de nova geração do Hitachi, que servirá as novas composições.

Para funcionar apenas com energia elétrica, estes comboios necessitam de cerca de três vezes mais potência do que a disponível atualmente. A solução convencional seria a construção de uma nova linha de alta tensão, o que seria mais dispendioso e moroso. Em vez disso, a ABB desenvolveu uma solução baseada num conversor de frequência estático (Static Frequency Converter - SFC), que irá adaptar a alimentação da rede de distribuição atual Northern Powergrid, com uma redução de custos estimada em 60 por cento em comparação com a construção de uma nova linha de energia.

Na maioria dos casos, os SFC são instalados para interligar redes de energia que operam em frequências incompatíveis. Um exemplo clássico é o de um navio de cruzeiro com uma rede de bordo a 60 Hertz (Hz) que necessita de se conectar à rede do porto que opera a 50 Hz.

No caso do Doncaster ECML, o SFC não terá de converter a frequência da rede. Em vez disso, irá converter a tensão trifásica da rede de distribuição local (33 kV), para tensão monofásica que os comboios necessitam (25 quilovolts). A ABB fornecerá a solução completa SFC para a Network Rail, incluindo transformadores e acessórios de cablagem. O contrato foi assinado no segundo trimestre de 2017.

Patrick Fragman, diretor da unidade de negócio Grid Integration da divisão Power Grids da ABB disse: "O projeto ECML Doncaster é um excelente exemplo de como soluções inteligentes podem reduzir os custos de conexão em projetos ferroviários. É também um exemplo de como a inovação não requer sempre a criação de novas tecnologias. Neste caso, estamos a usar a tecnologia amplamente testada de SFC de uma forma que poderá beneficiar muitos projetos similares que exigem soluções de eletrificação para melhorar as redes ferroviárias existentes ".

A ABB instalou uma aplicação SFC semelhante para atualizar uma estação de alimentação no depósito ferroviário de Wulkuraka em Brisbane, Austrália, para garantir força de tração suficiente e apoiar os planos de expansão da Queensland Rail na região sudeste.

ABB (ABBN: SIX Swiss Ex) é um líder tecnológico pioneiro em produtos de eletrificação, robótica e movimento, automação industrial e redes energéticas, com clientes globais de serviços públicos, indústria, transportes e infraestruturas. Continuando uma história de inovação com mais de 125 anos, a ABB está a escrever hoje o futuro da digitalização industrial e a impulsionar a Revolução Energética e a Quarta Revolução Industrial. A ABB opera em mais de 100 países com cerca de 132.000 empregados.

      • Twitter
      • Facebook
      • LinkedIn
      • Weibo
      • Imprimir
      • Email

    Entre em contato

    Para mais informação:
    seitp202 2b091e1d592a0ee1c12581610030561f